O que é Cerebral Music

As Batidas Binaurais são batimentos sonoros numa determinada frequência que conseguem modificar o nosso cérebro tornando-o, por exemplo,  mais calmo, mais consciente, mais produtivo, mais inteligente, mais criativo, combater a depressão, reduzir o stress, aumentar do hormônio do crescimento, aumentar a concentração, melhorar a memória e habilidades de aprendizagem, controlar o sono, controlar dores, vícios, e muitas outras doenças do homem moderno. Tudo de acordo com a frequência com que é usada.

Uma Breve História das Batidas Binaurais

 

Embora a criação de Batidas Binaurais só tenha sido possível através do avanço tecnológico nos últimos 100 anos ou mais, as culturas antigas estavam conscientes de como as frequências decorrentes de padrões de batidas repetitivas afetam o cérebro bem antes de a ciência moderna ser capaz de provar seus benefícios.

Naturalmente, nos séculos passados, as tribos não estavam cientes da ciência de como alterar as ondas cerebrais. O que eles sabiam era que o som consistente e rítmico tinha poderosos benefícios curativos e espirituais.

A cientista Melinda Maxfield, PhD, conduziu a pesquisa sobre os tambores usados durante rituais de culturas antigas e descobriu que, em média, as batidas eram produzidas a uma taxa constante de 4,5 batimentos por segundo. Esse padrão de batida consistente induz um estado de transe para o ouvinte porque o cérebro segue e produz ondas cerebrais a 4,5 Hz, que é um estado de ondas cerebrais de Theta, como você entenderá mais adiante.

 

 

A ciência por detrás das Batidas Binaurais tem desempenhado um papel importante na interação social e desenvolvimento da maioria das culturas antigas. Usando tambores repetitivos e cantando, monges tibetanos, xamãs nativos americanos, curandeiros hindus e mestres Yogis foram capazes de induzir estados de ondas cerebrais específicas para transcender a consciência, a cura, a concentração e o crescimento espiritual.

Esta ciência foi descoberta pela primeira vez em 1839 por um físico prussiano e meteorologista chamado Heinrich Wilhelm Dove. Foi só em 1973, que um biofísico chamado Doctor Gerald Oster trouxe a ciência para a comunidade científica através de um artigo acadêmico chamado "Auditive Beats In The Brain" (Scientific American, 1973). Em seu artigo, Oster concluiu:

"É possível que alterações de comportamento fisiológico induzidas hormonalmente possam ser tornadas aparentes através da medição das Batidas Binaurais". A pesquisa de Oster levou-o a acreditar que as Batidas Binaurais poderiam ser usadas para alterar o cérebro para estados específicos conducentes ao bem-estar. Vale à pena notar que, ao contrário da crença popular, Oster não inventou as batidas Binaurais. O fenômeno Batido Binaural é uma ciência natural que ocorre no cérebro, como Heinrich Wilhelm Dove descobriu há mais de 100 anos antes. Somente nos últimos 40 anos os engenheiros de som e os cientistas conseguiram provar os pressupostos de Oster e demonstrar os benefícios de usar batidas binaurais. Diferentes aspectos do desenvolvimento pessoal e bem-estar, tais como: aumentar a concentração, melhorar a memória e habilidades de aprendizagem, indução de sono, controle de dores, vícios, e muitas outras doenças do homem moderno. PESQUISAS Estudos têm mostrado que os batimentos binaurais são extremamente eficazes na indução de atividade cerebral de baixa frequência, semelhante àquela analisada na meditação de monges budistas. Isso explica porque a prática de usar as Batidas Binaurais é muitas vezes referida como a batida para a meditação, porque os benefícios fornecidos são semelhantes aos ganhos através de retardar a atividade das ondas cerebrais e efetivamente "esvaziar" a mente, e muitos meditadores usam as Batidas Binaurais para acessar estados mais profundos de meditação aumentando o bem-estar mental, físico e espiritual. Numerosos estudos têm documentado os benefícios positivos do uso das Batidas Binaurais. Abaixo, selecionamos cinco bem documentados estudos de fontes respeitáveis que mostram a diversidade de benefícios a serem obtidos através da escuta regular.

Estudo 1: Dr. Vincent Giampapa, ex-presidente da American Board of Anti-Aging Medicine.

Pesquisas feitas pelo Dr. Vincent Giampapa descobriram que ouvir Batidas Binaurais  "diariamente" afeta a produção de três hormônios diretamente relacionados à longevidade da vida e bem-estar geral. Sua pesquisa mostrou que quando expostos a Batimentos Binaurais por períodos prolongados, os níveis de cortisol diminuíram e os níveis de DHEA e melatonina aumentaram.

 

 

O cortisol é conhecido como o "hormônio do estresse" porque é produzido quando ficamos estressados e ansiosos. Ele altera as respostas do sistema imunológico e suprime o sistema digestivo, o sistema reprodutivo e processos de crescimento. A superexposição ao cortisol pode perturbar quase todos os processos do corpo. Isso coloca o corpo em maior risco de inúmeros problemas de saúde, incluindo ansiedade, depressão, problemas digestivos, doenças cardíacas, problemas de sono e ganho de peso.

 

DHEA (dehydroepiandrosterone) é conhecido como o "hormônio da juventude" porque é usado como um ingrediente para praticamente todos os bons hormônios no corpo. DHEA é feito pelas glândulas supra-renais e é então convertido em andrógenos, estrogênios e outros hormônios. Estes são os hormônios que regulam o metabolismo das gorduras e dos minerais, a função sexual e reprodutiva e os níveis de energia. Os níveis de DHEA aumentam até os nossos 20 anos e, em seguida, começam gradualmente a diminuir. A produção de DHEA no corpo também pode diminuir com o uso de certos medicamentos como a insulina e corticosteróides.

 A melatonina ajuda a controlar o ciclo sono-vigília. Em parte, o pulso de disparo do corpo controla quanto melatonina é produzida pelo corpo. Normalmente, os níveis de melatonina começam a subir no meio da noite, permanecer alta durante a maior parte da noite, e depois cair no início da manhã. Os níveis de melatonina diminuem lentamente com a idade. Alguns adultos, mais velhos, fazem quantidades muito pequenas dele ou nenhum, por esta razão os idosos costumam dormir menos.

 

Pesquisa Estudo 2: Dr. Margaret Patterson e Dr. Ifor Capel do Departamento de Pesquisa da Fundação Marie Curie. Polônia

 

Dra. Margaret Patterson e Dr.Ifor Cape descobriram que Batidas Binaurais que levam o usuário para a produção da Onda Alfa aumenta a produção de seratonina, um hormônio que aumenta o relaxamento e alivia a dor.

Aqui está uma breve visão geral do porquê produzir a quantidade correta desses hormônios é particularmente importante para o corpo:
  •  

    DHEA (desidroepiandrosterona) é um hormônio produzido pelas glândulas adrenais do corpo.

    A produção de DHEA no corpo atinge seu pico depois dos 20 anos e começa a diminuir depois dos 30. A diminuição é mais rápida nas mulheres do que nos homens. Níveis mais baixos de DHEA também podem ser encontrados em pessoas com transtornos hormonais, HIV/AIDS, Mal de Alzheimer, doenças cardíacas, depressão, diabetes, inflamação, transtornos no sistema imune e osteoporose. Corticosteróides, anticoncepcionais orais e agentes de tratamento de transtornos psiquiátricos também podem diminuir os níveis de DHEA.

    O suplemento de DHEA é geralmente usado para tratamento de desequilíbrios hormonais, mas fabricantes começaram a anunciar o produto como uma cura mágica para muitas coisas, como perda muscular, perda de peso, osteoporose e depressão. A DHEA também foi ligada ao uso por atletas como doping. Atualmente, a DHEA é rotulada desde “fonte da juventude”. Você poderá voltar a produzir este hormônio naturalmente com as Batidas Binaurais, sem o consumo dessas drogas sintéticas.

     

     

    O Cortisol é um hormônio corticosteróide da família dos esteróides, produzido pela parte superior da glândula suprarrenal (no córtex suprarrenal, porção fasciculada ou média) diretamente envolvido na resposta ao estresse. Sua forma sintética, chamada de hidrocortisona, é um antiinflamatório usado principalmente no combate às alergias, à artrite reumatóide e alguns tipos de cancro. O nome cortisol deriva de córtex.

    Tem três ações primárias: estimula a quebra de 1) proteínas, 2) gorduras e 3) providencia a metabolização da glicose no fígado. Considerado o hormônio do stress, ativa respostas do corpo ante situações de emergência para ajudar a resposta física aos problemas, aumentando a pressão arterial e o açúcar no sangue, propiciando energia muscular. Ao mesmo tempo, todas as funções anabólicas de recuperação, renovação e criação de tecidos são paralisadas e o organismo se concentra na sua função catabólica para a obtenção de energia. Uma vez que o stress é pontual, superada a questão, os níveis hormonais e o processo fisiológico volta à normalidade, mas quando este se prolonga, os níveis de cortisol no organismo disparam (Enciclopédia Médica Ferato).

     

    A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal dos vertebrados. Nos seres humanos, esta glândula está localizada na região central do cérebro (mais precisamente atrás do terceiro ventrículo). O hormônio foi descoberto pelo dermatologista Aaron Lerner, no ano de 1958. A melatonina tem, como principal função, a de induzir o sono. O hormônio também participa de outros processos fisiológicos e tem se mostrado um grande aliado no combate de muitas doenças.

     

Seratonina: regula sono, humor, apetite e ainda ajuda a combater a enxaqueca

Os neurotransmissores representam os mensageiros do cérebro. Eles são substâncias químicas que permitem que os neurônios passem sinais entre si e para outras células do corpo, o que os torna importantíssimos em nossas funções vitais. Há muitas funções e muitos neurotransmissores, mas um deles merece destaque: a seratonina.

 

A seratonina é um neurotransmissor produzido no tronco encefálico, no núcleo da rafe, e desempenha papel em muitas partes do organismo. Embora,  todas as suas áreas de atuação ainda estejam sendo descobertas pela neurociência, estudos já apontam alguns lugares onde esse neurotransmissor age.

Conheça 7 benefícios de se produzir naturalmente a Seratonina:

 

1-Regulação do sono

 

A seratonina é responsável pelo estado de vigília de nosso cérebro, ou seja, ela que nos deixa em alerta. Para que uma pessoa tenha um sono adequado, ela age de duas formas diferentes. A princípio, regula a primeira fase do sono, chamada de "sono lento". No entanto, para que a fase mais profunda aconteça –  o sono REM –, esse neurotransmissor deve estar inibido.

 

2-Depressão e outros distúrbios de humor

 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a depressão não significa, exatamente, a falta de seratonina em nosso organismo. A crença talvez tenha vindo da efetividade da ação de antidepressivos que aumentam a disponibilidade do neurotransmissor no cérebro. Na verdade, o que acontece em casos de depressão, ansiedade e outros distúrbios afetivos, é que a transmissão de serotonina não está tão efetiva quanto deveria.

"Alguns antidepressivos atuam inibindo seletivamente a receptação da serotonina, aumentando dessa forma a quantidade dela nos espaços entre os neurônios, facilitando a neurotransmissão. Isso faz com que a pessoa tenha o seu humor melhorado, diminuindo também a ansiedade e irritabilidade". As Músicas com os Batimentos Binaurais fazem com que a serotonina não acabe no corpo e aumenta sua produção naturalmente.

 

3- Enxaqueca

 

Hoje, uma das chaves do tratamento da enxaqueca está na serotonina. Os remédios usados para tratar as dores - geralmente antidepressivos - influem nos receptores da serotonina, diminuindo a sua receptação. Com isso, a disponibilidade do neurotransmissor aumenta e, com ela, a disposição do indivíduo. Mais disposto, as dores aliviam. Isso acontece porque a serotonina é uma importante reguladora das vias sensoriais de nosso corpo, inclusive da via dolorosa. Quando há diminuição da receptação, os estímulos também caem, o que leva à amenização da dor.

 

4- Humor

 

A serotonina é um dos neurotransmissores responsáveis pelo humor. Estando com transmissão inadequada, é natural que o indivíduo se sinta irritado, mal-humorado, ansioso, impaciente, irritadiço, propenso a chorar etc. Melhorando a qualidade da transmissão, logo existe o alívio deste quadro. O nível adequado de transmissão evita também casos de agressividade, já que o neurotransmissor está ligado ao controle de impulsos em nosso sistema límbico.

 

5- Saciedade

 

A relação entre saciedade e serotonina acontece em nosso hipotálamo. Em níveis normais de transmissão, o indivíduo se alimenta normalmente. No entanto, pessoas com transmissão abaixo da média ou à transmissão ineficiente, acabam abusando de doces e massas para se sentirem satisfeitas. Perceba que isso acontece com frequência em pessoas que declaram se sentir tristes.

Essa relação existe porque a serotonina é responsável pelo chamado estado de vigília quieta, diretamente relacionado à saciedade. Esse estado previne a fome e a atividade sexual.

 

6-Atividade sexual

 

Embora muitos o chamem de "neurotransmissor do prazer", em excesso, a serotonina atrapalha o desempenho sexual. Essa relação acontece no hipotálamo. Quando há transmissão intensa, a libido cai, chegando a interferir no orgasmo de ambos os sexos.

Essa relação acontece, por exemplo, quando um indivíduo toma antidepressivos, que melhoram a transmissão da serotonina em nosso cérebro e, logo, diminuem a libido. Muitas vezes, antidepressivos são ministrados para pacientes com ejaculação precoce.

 

7- TPM

 

Existe a hipótese de que os sintomas da TPM também estejam ligados à baixa transmissão de serotonina em nosso cérebro. Além dos sintomas clássicos de irritação existe, ainda, uma relação da serotonina com as cólicas. É ela a responsável por contraturas uterinas, ou seja, espasmos, que podem causar as indesejáveis cólicas e dores da TPM. "Entre as várias formas de tratar-se a TPM, medicações que regularizam o nível de serotonina também podem ser usadas". No entanto, com as Músicas com batidas Binaurais esta produção é natural.

 

 

Eles também descobriram que Batidas Binaurais que levam os usuários para a Onda Theta,  impulsiona a produção de catecolaminas. As catecolaminas aumentam à frequência cardíaca, a pressão arterial, a frequência respiratória, a força muscular e o estado de alerta mental. Eles também diminuem a quantidade de sangue indo para a pele e aumentam o sangue nos principais órgãos como o cérebro, coração e rins.

Pesquisa

 

Estudo 3:

Dr. Siegried Othmer, PhD, BCIAC - Cientista Chefe do Instituto EEG. eletroencefalograma.

Pesquisas feitas por Dr.Siegried Othmer mostraram que o uso regular de Batidas Binaurais gerou um aumento médio de QI de 23%. Nos casos em que o QI era inferior a 100 para início, o aumento médio de QI foi de 33 pontos.

Dr. Othmer também relatou "melhorias dramáticas" na retenção visual das pessoas; memória, memória auditiva, leitura e aritmética.

Em um estudo de acompanhamento um ano depois, Dr.Othmer relatou grandes melhorias em longo prazo na autoestima e concentração e melhorias significativas nos padrões de sono, irritabilidade e organização.

 

Pesquisa

 

Estudo 4: Terapia Alternativa Saúde e Medicina, 2001.

O estudo da Terapia Alternativa Saúde e Medicina olhou para a eficácia de batidas binaurais no tratamento da ansiedade. Os sujeitos do estudo usaram batidas binaurais cinco vezes por semana, durante quatro semanas. Os resultados mostraram uma redução significativa na ansiedade dos sujeitos.

Acesse: https://www.sciencedaily.com/news/health_medicine/

Pesquisa

 

Estudo 5: O estudo de Peniston e Kulkosky, 1989.

Este experimento envolveu dois grupos de alcoólicos. O primeiro grupo observado foi sujeito a um programa regular dos Alcoólicos Anônimos de 12 passos para ajudar com a sua condição, enquanto outro grupo experimental foram feitas apenas 15 sessões de vinte minutos de batidas alfa e teta Binaural.

Treze meses mais tarde, o grupo de controle atendido pelos Alcoólicos Anônimos teve uma taxa média de volta ao uso do álcool de 80%. Não houve alteração no nível de depressão no grupo (Medido usando o Inventário de Depressão de Beck).

Já o grupo experimental com Batidas Binaurais mostrou uma taxa de volta ao uso do álcool de apenas  20% e os níveis de depressão reduziram-se para um terço do outro grupo.

 

 

marcelo@cerebralmusic.com (11) 99656-9137

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.